Domingo, 4 de Abril de 2010

...

Quem me conhece sabe que ando sempre à pressa, quero tudo depressa, se possível 'pra ontem...excepto em trabalhos - mesmo quando tenho muito tempo, deixo sempre tudo para último, porque senão, não iria fazer coisas à pressa...

 

Depois sou curiosa, gosto de saber tudo (especialmente coisas aparentemente inúteis mas que um dia destes hão-de servir para qualquer coisa - nem que seja para desbloqueador de conversa).

Conclusão...comprei este livro:

Publicado por Maggie In Wonderland às 01:52
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

Verdade transversal a todos os tempos...

"Os grandes acontecimentos da vida deixam-nos, com frequência, indiferentes; escapam à consciência e, quando pensamos neles, tornam-se irreais. Até as encarnadas flores da paixão parecem crescer nos mesmos prados das papoilas do olvido. Rejeitamos o fardo da sua memória e tornamo-las irreais dentro de nós. Mas as pequenas coisas, os pequenos instantes, permanecem. Em minúsculas células de marfim, o cérebro retém as mais subtis e fugazes sensações"

 

Oscar Wilde in O Retrato do Sr. W.H.

 

 

P.S.: Vale mesmo a pena ler este livro!! E na Fnac é 1,50€ =D
Publicado por Maggie In Wonderland às 21:42
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Relembrar o "meu" livro: História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar

"(...)

- Bem, gato, conseguimos - disse ele suspirando.

- Sim, à beira do vazio compreendeu o mais importante - miou Zorbas.

- Ah, sim? E o que é que ela compreendeu? - perguntou o humano.

- Que só voa quem se atreve a fazê-lo - miou Zorbas.

- Suponho que agora te estorva a minha companhia. Espero-te lá em baixo - despediu-se o humano.

 

Zorbas permaneceu ali a contemplá-la, até que não soube se foram as gotas de chuva ou as lágrimas que lhe embaciaram os olhos amarelos de gato grande, preto e gordo, de gato bom, de gato nobre, de gato de porto."

 

Luis Sepúlveda

P.S.: continuo a perceber a razão de ser o meu livro favorito =)
Publicado por Maggie In Wonderland às 18:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 4 de Abril de 2009

O Principezinho

Há cerca de 12 anos atrás, deram-me um livro que nunca acabei de ler. Demasiadas palavras que não compreendia, não que não soubesse o significado, simplesmente não lhes percebia o sentido em que eram aplicadas.

Agora, curiosamente, algo me despertou para procurar este "velho" livro, e lê-lo como deve ser...finalmente compreendo o porquê deste livro ser o favorito de muita gente.

Confesso que como boa chorona que sou, algumas lágrimas não foram contidas. Há uma estranha familiaridade em muitas das passagens do "Principezinho", parece que foram excertos da minha vida que, de uma forma "camuflada", ali foram colocados.

 

Está mais do que aconselhado!

 

"Só se vê bem com o coração.

O essencial é invisível para os olhos"

 

 

"...E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho, que se voltou, mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? perguntou o principezinho. Tu és bem bonita...
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa. Não me cativaram ainda.
- Ah! desculpa, disse o principezinho.
- Que quer dizer "cativar"?
- É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
- Criar laços?
- Exactamente, disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo... Se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra. O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo...
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
- Por favor... cativa-me! disse ela.
- Bem quisera, disse o principezinho, mas eu não tenho muito tempo. Tenho amigos a descobrir e muitas coisas a conhecer.
- A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa. Os homens não têm mais tempo de conhecer alguma coisa. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me! ... "


          Antoine de Saint Exuperry

Publicado por Maggie In Wonderland às 22:54
Link do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 21 de Fevereiro de 2009

Luis Sepúlveda

Quem me conhece sabe que este senhor é, sem dúvida, um dds meus  escritores favoritos. Fiquei a saber aqui que o último livro que li dele, O Poder dos Sonhos (quer dizer o último que li completamente pois A Lâmpada de Aladino ainda está ali na mesa de cabeceira em stand by devido aos exames), foi premiado! Ora então os merecidos parabéns!

Publicado por Maggie In Wonderland às 12:34
Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 8 de Fevereiro de 2009

Nómada

Tags:
Publicado por Maggie In Wonderland às 19:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008

Leitura para uma tarde

 

É preciso ter mesmo muita imaginação!

Publicado por Maggie In Wonderland às 20:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

Ontem comprei...ontem li!!

 

Acho que esta foi sem sombra de dúvidas uma das melhores prendas que dei a mim própria: "Coraline" (na versão portuguesa "Coraline e a Porta Secreta"), de Neil Gaiman. AMEI!!! De tal forma que "papei" as 120páginas de rajada =D! E constou-me agora que vai haver a adaptação cinematográfica - a ver vamos se é tão boa como o livro...hope so!

Sinto-me: "Coraline-izada"
Publicado por Maggie In Wonderland às 22:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Sábado, 6 de Dezembro de 2008

E numa ida à Fnac...

...li o livro de poesia do Tim Burton "A Morte Melancólica do Rapaz Ostra e Outras Estórias"...creepy!!!

 

Confesso que achei um bocadinho sinistro de mais para a minha pessoa =P! E acaba por quase todas as histórias serem tristes...a começar pelo rumo que quase todas estas estranhas personagens levam.

 

Mas há que dizer que é preciso muita imaginação, não só para criar as histórias, como para ilustrar todo aquele mundo surreal.

No total são 23 contos, desconcertantes mas com um certo humor:

 

"A Rapariga com Muitos Olhos"

"Um dia no jardim

fiquei muito espantado:
 

encontrei uma miúda

com olhos por todo o lado.

 

Era de facto encantadora

(e também assustadora!);

e, porque tinha boca para falar,

pusemo-nos a conversar.

 

Falámos sobre flores

e das suas aulas de poesia,

e dos problemas que teria

se tivesse miopia.

 

É óptimo namorar

alguém que tanto nos olha,

mas se desata a chorar

apanhamos uma molha."

 

Mas eu acabei por perceber porque não tinha gostado assim tantoooo do livro...é que eu li a versão traduzida em português!

Para tirar as teimas, fui ler a versão original...e nem se compara! É de longe muitoooo melhor!! Na versão traduzida perde-se muita desta estranha magia de Burton. Assim recomendo, não só ler esta maluqueira, como ler na versão original!

 

P.S: Se também quiserem poupar € vejam este site hihihih http://homepage.tinet.ie/%257Esebulbac/burton/home.html

 

Sinto-me: lá poupei 16,50€ hehe
Publicado por Maggie In Wonderland às 13:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 25 de Novembro de 2008

O que ando a ler

"A Salvação de Wang-Fô e outros contos Orientais" de Marguerite Yourcenar

Tags:
Publicado por Maggie In Wonderland às 22:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

¨Maggie...who are you?

¨Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

¨8tracks

How my heart behaves from MaggieinWonderland on 8tracks.

¨Tags

¨ todas as tags

¨Posts Recentes

¨ ...

¨ Verdade transversal a tod...

¨ Relembrar o "meu" livro: ...

¨ O Principezinho

¨ Luis Sepúlveda

¨ Nómada

¨ Leitura para uma tarde

¨ Ontem comprei...ontem li!...

¨ E numa ida à Fnac...

¨ O que ando a ler

¨O que já foi...

¨ Agosto 2012

¨ Abril 2012

¨ Fevereiro 2012

¨ Janeiro 2012

¨ Dezembro 2011

¨ Novembro 2011

¨ Outubro 2011

¨ Setembro 2011

¨ Agosto 2011

¨ Maio 2011

¨ Abril 2011

¨ Março 2011

¨ Fevereiro 2011

¨ Janeiro 2011

¨ Dezembro 2010

¨ Novembro 2010

¨ Outubro 2010

¨ Setembro 2010

¨ Agosto 2010

¨ Julho 2010

¨ Junho 2010

¨ Maio 2010

¨ Abril 2010

¨ Março 2010

¨ Fevereiro 2010

¨ Janeiro 2010

¨ Dezembro 2009

¨ Novembro 2009

¨ Outubro 2009

¨ Setembro 2009

¨ Agosto 2009

¨ Julho 2009

¨ Junho 2009

¨ Maio 2009

¨ Abril 2009

¨ Março 2009

¨ Fevereiro 2009

¨ Janeiro 2009

¨ Dezembro 2008

¨ Novembro 2008

¨ Outubro 2008

¨ Setembro 2008

¨ Agosto 2008

¨ Julho 2008

¨ Junho 2008

¨ Maio 2008

¨ Abril 2008

¨ Março 2008

¨ Fevereiro 2008

¨ Janeiro 2008

¨ Dezembro 2007

¨ Novembro 2007

¨ Outubro 2007

¨ Setembro 2007

¨ Agosto 2007

¨Links

¨Pesquisar neste blog

 

¨"Ajude, vai ver que também lhe faz bem"

logo_nariz_vermelho http://www.narizvermelho.pt
Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!
blogs SAPO

¨subscrever feeds